Como se cadastrar no Bolsa Família?

| 28/01/2017 | 3 Replies

O Bolsa Família é um dos programas do governo que tentam promover igualdade social para famílias de baixa renda, que estejam em situação de extrema pobreza ou pobreza. Para que uma família se enquadre no acesso ao benefício, é preciso que ela receba por pessoa até R$ 170,00 mensais. Isso porque o programa tem como principal objetivo a transferência de renda para que essas famílias tenham acesso à alimentação básica, à saúde e à educação.

Por isso, cada família com filhos cadastrados que sejam menores de idade, é necessário cumprir alguns critérios como:

– Filhos devidamente matriculados na escola e com frequência de 75% para adolescentes e 85% para crianças. Caso o critério não seja cumprido, o benefício é suspenso automaticamente.

– Carteira de vacinação em dia. Esse critério também é obrigatório e o não cumprimento pode gerar suspensão do benefício.

Como ter acesso ao Bolsa Família?

Muitas famílias, mesmo tendo direito a fazer parte do parte do programa, acabam perdendo o benefício por falta de informação de como realizar o cadastro e como comprovar a necessidade. Por este motivo, trazemos neste artigo algumas informações relevantes sobre este assunto! Acompanhe!

– O cadastro: É preciso, antes de mais nada, que a família esteja devidamente cadastrada no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal, o Cadúnico. Ele pode ser feito na prefeitura da sua cidade e será preciso levar o máximo de documentos que for possível, especialmente RG, CPF e comprovante de matrícula dos filhos menores.

– Após o cadastro único, é preciso pedir na prefeitura o acesso ao Bolsa Família. Eles irão solicitar documentos adicionais, como RG e CPF do titular e responsável pela família. Também será preciso o título de eleitor.

– Também será preciso levar alguns documentos dos filhos e dos demais membros da família. Essa lista será dada pela prefeitura, mas o básico é: RG, CPF, certidão de nascimento dos filhos, comprovante de matrícula e de vacinação dos menores de idade e comprovante de renda, se a família tiver.

– Será feita, então, a seleção para o Bolsa Família. O critério será, basicamente, a renda da bruta mensal da família. Através de um programa automático, é feita a seleção de quem irá receber o benefício ou não.

– Após a seleção, a família receberá o cartão Bolsa Família. A emissão do cartão é totalmente automática. Ou seja, assim que o sistema selecionar as famílias beneficiadas, o cartão começará a ser enviado.

– É possível buscar o cartão nos correios ou nas agências da caixa. Depois de ter o cartão em mãos, é necessário dirigir se até uma agência caixa próxima e solicitar o desbloqueio do cartão.

– Mensalmente, o valor será enviado ao cartão bolsa família e o titular pode sacar o benefício em um caixa eletrônico ou mesmo em agências e casas lotéricas.

– O valor irá depender da renda de cada família, do número de filhos e da quantidade de pessoas que moram no local. Consulte a prefeitura para maiores informações.

Category: Bolsa Família

Leave a Reply