Entenda Como Funciona O Prouni E Saiba Quem Pode Ter Acesso Às Bolsas De Estudos

| 29/05/2017 | Reply

O Programa Universidade para Todos (Prouni) foi criado pelo governo federal em 2004 e tem como objetivo conceder bolsas de estudos integrais e parciais em cursos de graduação de universidades particulares. A ideia do projeto é facilitar o acesso aqueles estudantes que têm o desejo de cursar o ensino superior, mas não possuem condições financeiras para tal. Já foram atendidas mais de 1,9 milhão de pessoas neste programa, levando em conta o início do Prouni até o processo seletivo do segundo semestre de 2016.

Quem pode se inscrever no Prouni

O processo de seleção ocorre duas vezes por ano (no primeiro e segundo semestres) e é preciso fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para poder pleitear uma bolsa de estudos. Além disso, precisa ter nota superior a 450 pontos e não pode zerar a redação do Enem. É necessário também preencher ao menos um dos requisitos indicados abaixo:

  • Ter cursado o ensino médio em escola da rede pública;
  • Ter estudado o ensino médio em escola privada, mas com bolsa integral da própria escola;
  • Ser portador de deficiência;
  • Ser professor da rede pública de ensino básico que esteja buscando vagas em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia.

É importante salientar também que o postulante à bolsa do Prouni não pode ter diploma de ensino superior.

Bolsas de acordo com a renda da pessoa

Há dois tipos de bolsa oferecidas pelo Prouni, dependendo do quanto a pessoa recebe mensalmente. Afinal, este é um programa que prioriza pessoas com baixa renda. Entenda:

  • Bolsa de 100%: destinadas a estudantes com renda bruta familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa;
  • Bolsa de 50%: direcionada a alunos com renda bruta familiar de até 3 salários mínimos por pessoa.

Os estudantes que adquirirem bolsa parcial ainda poderão se inscrever no Financiamento Estudantil do Ensino Superior (Fies) para poder financiar o restante da mensalidade da universidade particular.

Como funciona a nota de corte do Prouni

Uma questão muito importante do Prouni é a nota de corte, que define os selecionados para receber as bolsas. O programa é todo informatizado. O candidato se inscreve no site do Prouni, preenche os dados cadastrais e informa o número de inscrição do Enem e todos os dados da prova aparecem no sistema. Na sequência, a pessoa escolhe duas opções entre as vagas que estão disponíveis.

Mas o processo todo não para por aí. Para saber se você tem condições de conseguir uma bolsa, deverá acessar o site do Prouni diariamente, a partir do segundo dia de inscrição, para ter acesso às notas de corte parciais, que mudam todos os dias.

O sistema compara sua nota no Enem com as dos concorrentes que almejam o mesmo curso, faculdade, turno e modalidade (ampla concorrência ou cotas). É importante ficar ligado nas alterações da nota de corte para saber como estão suas. Se a nota de corte do Enem for superior à sua nota na prova, você poderá selecionar outra vaga com uma nota de corte menor.

Enquanto as inscrições do Prouni tiverem abertas, é possível trocar o curso quantas vezes quiser. O Prouni vai considerar a última opção deixada no sistema ao término do processo. Vale ressaltar que, embora as notas parciais deem um panorama do processo, elas são apenas indicativos e não garantem a vaga. O que vai definir mesmo a bolsa é a nota de corte final, que será divulgada após o resultado do Prouni.

Category: Estudante

Leave a Reply