Como calcular o valor proporcional do pis

O PIS (Programa de Integração Social) sofreu uma mudança em 2016 no que se refere ao valor do pagamento. Até 2015 todos os trabalhadores devidamente cadastrados no programa recebiam o Abono integralmente, ou seja, o valor de um salário mínimo vigente.

Mas, a partir de agora os pagamentos serão realizados de forma diferente, ou o que se denominou como “Valor proporcional”. O que isso significa? E como você pode calcular o valor do seu benefício para saber exatamente quanto receberá? Veja a seguir como é simples e fácil fazer o cálculo do valor do seu PIS. Confira!

Valor proporcional do PIS

A mudança sobre o valor do pagamento do PIS foi realizada devido a Lei 13.134/15 que determina que o mesmo seja feito de acordo com o tempo de serviço comprovado no ano-base de apuração.

Tal medida é vista como mais justa, pois antes quem trabalhava pouco recebia o mesmo valor de quem trabalhava muito e, além do mais incentiva o empregado a querer trabalhar mais para ganhar o valor mais próximo da remuneração total, ou seja, de um salário mínimo.

Desta forma, você receberá o PIS de acordo com o número de meses trabalhados no ano-base de apuração. Para fazer o cálculo é importante que se leve em consideração os seguintes detalhes:

  • O número de meses trabalhados deverá ser multiplicado pela fração 1/12 do valor do salário mínimo vigente;
  • Para ter direito ao PIS é preciso ter trabalhado no mínimo 30 dias com a carteira assinada no ano-base;
  • Considera-se como mês integral o período de trabalho que seja igual ou superior a 15 dias.

Como calcular o valor do seu PIS?

Em primeiro lugar, você deverá considerar o valor do salário mínimo vigente, que em 2019 é de R$ 998,00. Depois deverá verificar qual foi à quantidade de meses que você trabalhou no ano passado para fazer o cálculo. É claro que se o período foi igual há 12 meses nem há a necessidade de fazer as contas, uma vez que receberá o valor integral de R$ 998,00.

Pegue R$ 998,00 e divida por 12 meses, cujo resultado será de R$ 83,16. Se, por exemplo, você trabalhou 5 meses é só multiplicar ( 83,16 x 5) que dará R$ 415,80. Esse será o valor proporcional do PIS referente ao ano-base de 2018.

Além do cálculo você também pode consultar os valores especificados para cada período/mês no próprio site da Caixa que os disponibilizou como forma de facilitar a compreensão dos beneficiários e que você pode acessar através deste link.

Como é feito o pagamento do PIS?

As formas de realização do pagamento do PIS não sofreram alterações, ou seja, permanecem com as mesmas alternativas, que o beneficiário poderá escolher, que são as seguintes:

  • Pelos caixas eletrônicos, nas Casas Lotéricas e nos Correspondentes Caixa Aqui, com a apresentação do seu Cartão Cidadão;
  • Na própria agência da Caixa, com a apresentação de um documento de identificação com foto e o número do seu PIS;
  • Ou através do depósito direto em sua conta bancária (corrente ou poupança), caso seja cliente do banco.

É claro que esta última opção é a mais cômoda, pois você só precisará conferir o seu extrato bancário para confirmar o depósito que pode ser realizado, em média, até 2 dias antes do que o pagamento feito aos trabalhadores que não são clientes da Caixa.

valor proporcional do pis

E, para fechar é importante lembrar que os últimos pagamentos referentes ao período 2017-2018 já estão sendo realizados. Os nascidos em Dezembro poderão sacar o seu PIS a partir de 15 de Dezembro; os nascidos entre Janeiro e Fevereiro, a partir do dia 19 de janeiro e os nascidos em Março e Abril, a partir de 16 de Fevereiro. Fique atento para não perder o prazo e ficar sem o seu Abono Salarial.

Agora que voce sabe como é feito o cálculo do valor proporcional do PIS, veja também os direitos que os trabalhadores de Carteira Assinada tem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *